Startup brasiliense lança tecnologia inovadora para exercícios. Quem se exercita busca sempre alcançar o melhor desempenho. Com amparo tecnológico, dá para analisar se os movimentos estão corretos e adequados

Já pensou em levar seu personal e a academia para qualquer lugar? Às vezes, a correria dos dias prejudica a prática de exercícios físicos e, por falta de tempo ou preguiça, a malhação acaba sendo adiada. Pensando nisso, uma startup de Brasília criou um aparelho capaz de controlar a intensidade de uma atividade feita com elásticos. Além de ser portátil, cabe na palma da mão.

O E-lastic foi desenvolvido pela startup E-sporte, do estudante de engenharia elétrica João Macêdo e pela educadora física e mestre em processamento de sinais biológicos Fernanda Teles, junto ao Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico (CDT) da Universidade de Brasília. É uma peça que se acopla em extensores elásticos para atividades físicas. A tecnologia ajuda a mensurar a intensidade do movimento durante a prática do exercício. Por bluetooth, os dados do aparelho são enviados para o celular. No aplicativo, ficam disponíveis todas as estatísticas do treino. Além de armazenar os resultados, o usuário consegue acompanhar a evolução do desempenho físico.

É um objeto fácil para levar a qualquer canto. Além da facilidade de transporte, permite o desenvolvimento de vários exercícios tanto de resistência física quanto fortalecimento dos músculos superiores e inferiores. “O aparelho não substitui o profissional especializado ou o educador físico. A ideia é que o E-lastic auxilie na execução do exercício visando melhorar o desempenho e também evitando lesões”, explica João Macêdo, um dos criadores da startup.

A ciclista paralímpica da seleção brasileira Jady Malavazzi é uma das pessoas que testaram a performance do aparelho. “A última fase do meu treinamento para os jogos no Rio foi nos Estados Unidos. Não tive uma estrutura ideal de academia. Usei o E-Lastic para dar continuidade ao trabalho de força e prevenção de lesão. De uma forma simples e prática, pude fazer os exercícios monitorando o rendimento no celular”, conta.

Acompanhamento

Outra função do aparelho permite que a pessoa programe rotinas de exercícios, monitore progresso, e ainda corrige a execução do movimento. Educadores físicos e fisioterapeutas também estão adotando o E-lastic para auxiliar no acompanhamento dos treinos dos alunos.

Tecnologias que trazem orientação para os exercícios têm estimulado mudanças de hábitos na população. Plataformas digitais e até mesmo canais no YouTube trazem treinos específicos e aulas coletivas para que todos possam se exercitar fora da academia. “O E-lastic é ideal para quem gosta de se exercitar ao ar livre, mas sem perder a evolução e os resultados da prática”, afirmam os criadores de do aparelho.

E-lastic
http://www.esportese.com/E-lastic/