Solenidade no ginásio nesta quinta (16) foi encerrada com o acendimento da pira com a tocha olímpica. Festa reuniu alunos-atletas de todo o Brasil para a etapa da categoria de 15 a 17 anos da maior competição estudantil do País

O Ginásio Nilson Nelson foi palco da cerimônia de abertura dos Jogos Escolares da Juventude, nesta quinta-feira (16). A solenidade marcou o início da maior competição escolar do Brasil para jovens de 15 a 17 anos.

Alunos-atletas das 27 unidades da Federação apresentaram-se para o público brasiliense no tradicional desfile das delegações e bandeiras.

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, declarou os Jogos abertos oficialmente — as disputas individuais já começam nesta sexta-feira (17), e os esportes em grupo, em 21 de novembro.

O governador Rollemberg, ao lado da secretária do Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros, declarou abertos os Jogos Escolares da Juventude. Foto: Renato Araújo/Agência Brasília
“É uma oportunidade de revelação de talentos do esporte. Depois de 11 anos que esse evento não era realizado em Brasília, convido vocês a conhecer a nossa cidade que é Patrimônio Cultural da Humanidade e desejo muito sucesso para vocês.”

A abertura foi oficializada com o revezamento da tocha olímpica, que passou pelas mãos de dez atletas embaixadores:

  • Caio Bonfim (atletismo)
  • Emanuel Rêgo (vôlei de praia)
  • Érika Miranda (judô)
  • Fabiana Silva (badminton)
  • Francielly Pereira (ginástica rítmica)
  • Henrique Avancini (ciclismo)
  • Hugo Hoyama (tênis de mesa)
  • Joanna Maranhão (natação)
  • Laís Nunes (lutas)
  • Vanderlei Cordeiro de Lima (atletismo)

No final, coube à judoca Érika acender a pira dos Jogos Escolares da Juventude.