Detran-DF inicia parcelamento de débitos no cartão de crédito


Detran DF
12 vezes é a quantidade máxima de parcelas | Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Serviço inclui multas de trânsito e taxas de transferência de propriedade, seguro obrigatório, licenciamento anual e diárias de veículos

A partir desta segunda-feira (14), débitos de veículos com o Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) poderão ser parcelados no cartão de crédito.

Isso significa que agora é possível dividir o valor de multas de trânsito, de transferência de propriedade, de seguro obrigatório, de licenciamento anual e de diárias de veículos.

Também não poderão ser parceladas as multas inscritas em dívida ativa, os parcelamentos em cobrança administrativa, os veículos licenciados em outras unidades da Federação e multas aplicadas em outros órgãos autuadores que não autorizam o parcelamento ou a arrecadação por meio de cartões de crédito ou débito.

O parcelamento poderá ser feito pelo site do Detran-DF ou das empresas selecionadas para prestar o serviço e presencialmente nos postos de atendimento de Taguatinga, Shopping Popular, Gama, DVA-I e também nos postos do Na Hora.

As empresas terão um ponto de atendimento nas unidades que fazem esse tipo de atendimento. O procedimento é feito exclusivamente pelas credenciadas, sem interferência de servidor do Detran-DF no processo.

12 vezes
Quantidade máxima de parcelas

Inicialmente, serão aceitos nas unidades do Detran-DF cartões de bandeira Visa e Master, e os valores poderão ser parcelados em até 12 vezes. Já pelo site é possível optar por mais bandeiras.

O interessado também poderá usar cartão de terceiros nos atendimentos presenciais, desde que eles estejam presentes. A opção on-line é apenas para o parcelamento com cartão em nome do proprietário do veículo.

Emissão do CLRV

O parcelamento apenas proporciona de imediato a emissão do CLRV e liberação de veículo, caso não haja mais nenhum impedimento legal ou financeiro.

Para os demais serviços é necessário aguardar compensação bancária, que deverá ocorrer em no máximo dois dias após o parcelamento.

Casos de fraude, não pagamento ou outros problemas relacionados ao cartão serão de responsabilidade das empresas junto aos bancos.

O parcelamento de débitos de veículos por meio de cartão foi adotado por meio da Resolução 697 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de 10 de outubro de 2017, e da Portaria 53 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), de 23 de março de 2018.

Anterior SI BOBIÁ A GENTE PIMBA E MUITO MAIS NO ARRAIÁ ÁGUAS CLARAS
Próximo Árvore de Histórias na biblioteca pública de Águas Claras